domingo, 23 de março de 2014

AMOR DIVINO, CÉUS




O amor é energia divina que sustenta a vida,

Irradiando no Universo envolvendo os Mundos;

Como Lei de justiça evolutiva,

Na criação de Deus se eterniza.


É por esta visão sublime que se vê:
A natureza plena de beleza!


O Céu a melodiar em silêncio

Reverenciando a presença do Onipotente.

As estrelas a acenarem imensamente
Refletindo a vida que vibra infinitamente;


As nuvens a passarem devagarinho

Sussurrando a esperança de mansinho.

O homem, no planeta Terra, através da Providência...
É o rei da criação!

Sê grato a Deus que lhe deu de graça a existência;
No berço do lar que lhe moldura o coração;

Ao homem cabe zelar pelo patrimônio da evolução.  

Os pássaros a cantarolar a alegria de viver;
As árvores a embalar suas folhas,
Na ventania que refaz a atmosfera.


As flores anônimas, desolados campos embelezando;


A chuva regando a biosfera

Nossa subsistência organizando,

Os mares no fulgor das ondas a beijar as praias,
Equilibrando a gravitação de nossa moradia.


No cantar do galo a aurora clarear;
No coaxar do sapo a anunciar a chuva;
No mugir do boi que serve a carne para alimentação;

E no latir do cão - que te guarda, meu irmão!

No desdobrar dos rios que viu nascer cidades;
Na via pública que leva em direção;
Na escola que forma o cidadão;

E no trabalho que proporciona o ganha pão.

Todo dever é lição de amor!
O ideal que nos alimenta para a vida eterna.
Cede assim a esse louvor,
Abençoando a Natureza que te espera.

É por isto que Jesus Cristo,

Em sua passagem sublime:


Exemplificou o “amai-vos uns aos outros”

   -   Para a felicidade de todos.

 do livro: C É U S
 autor: Abrahão Ribeiro


Voz Q Clama
Intensivo Difusão Espiritualidade Evangélica – I D E
     Voz do espírito




Nenhum comentário:

Postar um comentário