sexta-feira, 7 de novembro de 2014

DIANTE DA TEMPESTADE




          “E Jesus admoestou-lhes: Por que temeis homens de pouca fé? E, então levantando-se repreendeu os ventos e o mar, e seguiu-se uma grande bonança” (Mateus 8. 23-27)

           Jesus tem o poder sobre os fenômenos da natureza física, pois sabemos através da revelação dos Espíritos superiores, na Codificação Espírita, que Cristo detém toda autoridade espiritual no planeta Terra, sob a ordem de Deus.

           Muitos talvez contestarão: se Jesus  é o diretor de todos os elementos que regem a vida no nosso planeta, então por que há muitas injustiças e maldades no seio dos povos?

           Jesus é o regente do planeta Terra no contexto sideral, porém o homem na crosta terrestre tem o livre arbítrio de executar as suas obras humanas diante da sociedade, de acordo com a sua evolução moral e intelectual. Isso tudo é um programa cósmico de desenvolvimento material e espiritual, incremento para um nível maior de mentalidade - a perfeição macro em todas as coisas.
         Somos artífices, construtores também desse progresso, por isso a causa justificadora: “a cada um segundo suas próprias obras, senão não haveria aprendizado”. Jesus não quer aniquilar a alma do homem, e sim educá-la (Lucas 9. 51-56))

          Como já sabemos a vinda de Jesus ao seio da humanidade terrestre teve a sagrada missão de difusão dos princípios da boa nova do Reino Divino para sua interiorização nos corações humanos, mensagens essas de despertamento do belo, para o bem na consciência humana.
         Tudo que Jesus ensinou e vivenciou tem um sentido de auto-ajuda educativa para as pessoas neste plano de provações corretivas.

          Não devemos nos abater diante das tempestades provacionais, precisamos nos levantar sempre, ter bom ânimo e vencer os ventos tumultuosos, superar as dificuldades passageiras porque após os temporais sempre sopra a bonança dos bons fluidos.

          Vamos cultivar a fé construtiva... ter bom ânimo em todos os lances da existência e colocar as orientações de Jesus no leme de nosso barco, que servirá de bússola para o nosso destino ao porto seguro nos canais da Vida, sob as bênçãos de Deus, Nosso Pai Celeste.
                                                                                              
                                                              Mateus 8. 23-27


Voz
Q
Clama
Intensivo Difusão Espiritualidade Evangélica – IDE







Nenhum comentário:

Postar um comentário