sábado, 18 de outubro de 2014

NÃO PEQUES MAIS




“Eis que já estás são não peques mais, para não te suceder alguma coisa pior” (João 5. 14)

Essas palavras de Jesus são bem significativas, e sugere entender que o sofrimento pela dor física tem alguma coisa haver com os pecados (abusos, transgressões) que o ser comete no percurso de sua existência carnal.

Diz o relato do Apóstolo: "que há 38 anos aquele homem sofria de uma paralisia física, sem poder realizar os movimentos básicos que são necessários para uma pessoa se locomover normalmente". Depois que foi curado por Jesus recebeu esta severa advertência: não peques mais, para não te ocorrer coisas piores”, ou seja, provações mais amargas.

Para entendermos um pouco sobre a lei de ação e reação, das energias na qual nos movemos, vamos avaliar o seguinte:

Pecados - são ações relacionadas a comportamento: erros graves, vícios danosos, corrupções morais, maldades, atos maléficos que desestruturam a harmonia mental e acarretam futuras lesões no corpo espiritual – o perispírito, que é uma estrutura viva onde se acoplam as células do corpo físico.
      E o corpo espiritual é o modelador do corpo físico, - a estrutura carnal, e dai a consequência de causar distúrbios nas funções orgânicas, por isso o ditado filosófico: "mente sã corpo são".

    As expiações, na verdade, já são processos benéficos de reeducação na existência espiritual do ser inteligente. - A vida é muito bem organizada pelo Criador.

Alguém pode contestar: e se aquele homem já nasceu paralítico, como ele incorreu em pecados naquela existência?

Ora, aquele homem assim como todos nós, temos no corpo físico apenas a vestimenta temporal da consciência espiritual, e essa consciência é que é detentora da responsabilidade de causa e efeito de todos os atos praticados na existência atual, assim como em outras do passado preexistencial do ser espiritual. Por isso a necessidade de melhorarmos em todos os sentidos, - vencer o mal realizando o bem (Romanos 12. 21).
     Tudo de bom fica gravado na consciência, assim também como tudo de negativo, isto é, pecados que geram carmas.
     E se esses pecados cometidos têm mais peso que o bem praticado, consequentemente, vai causar as lesões no corpo espiritual.
     E o corpo espiritual para ser restaurado saudavelmente impregna esse efeito numa lei de sintonia automática para o corpo carnal em forma de distúrbios, enfermidades, de inibições intelectuais.

Como se processou a cura física daquele paralitico? Jesus, na sua encarnação terrestre, estava em perfeita conexão com o Poder de Deus Criador. E no toque de suas mãos pela ação da sua palavra enérgica atuou diretamente no corpo espiritual do paralítico de Betesda, restaurando saudavelmente o que estava desestruturado. Assim como consertamos uma máquina, um aparelho, um instrumento.

Somente quem já recebeu a "cura divina" sabe sentir com a sua consciência tranquila o que representa esse beneficio celeste em sua existência como ser espiritual. 

    Conscientização: as leis da Vida são regidas por Deus, e não se pode excluir delas (viver à margem da lei Natural), porque tudo que o ser semear, isso também colherá na lei de ação e reação, "porque aquele que semeia na sua existência carnal coisas danosas, na própria carne ceifará a degeneração; mas o que semeia no Espirito, do Espirito ceifará a vida eterna (Gálatas 6. 7 -9 Bíblia sagrada)". 
            Não somos casualmente um corpo carnal (aglomerado de células), e sim, consciência espiritual vivenciando temporariamente experiências humanas, com objetivo de alcançar uma destinação de natureza superior.  


                        relato bíblico
                         João 5. 1- 14

Voz
Q
Clama
Intensivo Difusão Espiritualidade Evangélica – IDE






Um comentário:


  1. TOLERANCIA NA FÉ CRISTÃ


    1) Um faz diferença entre dia e dia. Mas outro julga iguais todos os dias. Cada um esteja inteiramente seguro em seu próprio ânimo.

    Aquele que faz caso do dia, para o Senhor o faz. O que come, para o Senhor come, porque dá graças a Deus; e o que não come, para o Senhor não come, e dá graças a Deus.

    Porque nenhum de nós vive para si mesmo, e nenhum de nós morre para si.
    (Romanos 14. 5 a 7)

    2) Todas as coisas contribuem para o bem daqueles que amam a Deus
    (Romanos 8. 28)

    3) Porque todos “sois filhos de Deus” pela fé em Cristo Jesus
    (Gálatas 3. 26)


    “Orientações do apóstolo Paulo”



    Voz
    Q
    Clama
    http://vozqclamabr.blogspot.com/

    Intensivo Difusão Espiritualidade Evangélica – I D E
    http://voz-doespirito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir