quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

ACESSANDO O OUTRO LADO DA VIDA - Além do Plano Carnal



   Sempre é bom estar em harmonia com a Natureza. A natureza é vida; e vida é irradiação divina; e o que é divino é do Pai Criador.

      Habituemo-nos a contemplar o nascer e por do sol...

    Agradeçamos a dádiva de fonte da luz natural que sustenta a vida física terrestre e demais planos espirituais do sistema solar;

  Agradeçamos o encanto do luar que seja portador de felicidade para todos os viventes;

    Agradeçamos o sopro dos ventos peçamos que ele revigore os pensamentos da humanidade para a harmonia do belo;
      Agradeçamos as chuvas peçamos que ela seja benfeitora dos fluidos da paz...

   E assim se formos analisar as forças da Natureza veremos que todas são fontes de bênçãos divinas para a vida humana. 

Final de tarde, 21 de julho do ano 2008

   Estava no jardim de minha casa molhando a grama, as plantas, e louvando a maravilha do dia. Quando vem em minha memória a lembrança afável de minha tia A. 
      Aquela que tivera um contato extrafísico comigo há 2 décadas passadas, comprovando a sua imortalidade espiritual, após  o  seu falecimento carnal – vide relato neste blog, com o título: Prova da Imortalidade/Além do Plano Carnal. E, naquele momento, ela parece estar ali invisivelmente me visitando em minha casa, monologando comigo pelos fios invisíveis do pensamento; senti a sua reflexão sobre a beleza do local em que eu morava.


   A noite transcorreu para mim com plena atividade vibratória, pois várias presenças espirituais visualizei adentrando o ambiente de minha casa –
     parecia que todos queriam demonstrar a realidade da vida imortal do espírito  após a transição carnal, tal qual na narração bíblica em que as almas dos antepassados retornam do além e clamam aos parentes saudosos, atestando que estão plenamente redivivos em outras dimensões da existência celeste (consultar Bíblia sagrada em Mateus capítulo 27, vers 51 a 53).
     Amanhece o dia vem o comunicado via telefone, da outra extremidade do Brasil, meu pai falecera pela manhã.

     Transcorre a semana cheia de reflexões sobre os destinos humanos: estudos, meditações, preces pelos amigos e familiares que atravessaram os portais do além-túmulo – e como rejeitar essa cultura milenar? Pois o apóstolo Paulo informa às gerações futuras, na sua epístola, que os primeiros cristãos batizavam (oravam) pelos seus mortos (1 Coríntios 15. 29). E quem sou eu para criticar essa atitude de fraternidade cristã ?!  
   - Se o próprio Jesus se intercomunicou com os espíritos desencarnados no Tabor, e pregou a boa nova de libertação divina também para os mortos (as almas daqueles que faleceram na existência carnal e que estavam desorientadas no plano espiritual – do outro lado da vida), vide epístola de 1 Pedro cap vers  6
     Com a boa nova do Evangelho são chegados os novos tempos em que os mortos ouvirão a voz do Cristo de Deus, e os que a ouvirem viverão (João 5. 25)                            
                                        
 – Jesus proclamou a mensagem do seu evangelho até mesmo para libertar os espíritos cativos em erros seculares do plano extrafísico terráqueo ( os quais em outras gerações das sociedades primitivas anterior à época do Cristo, foram rebeldes à longanimidade divina - 1 Pedro 3. 18 a 20).
     Deus é irradiação de vida abundante em todas as dimensões dos Universos visível e invisível!
      Alguns dias após o falecimento de meu pai:
     Estava na sala de minha casa descansando no sofá, aproximadamente eram 23 hrs., 
    quando sou envolvido por uma sonolência suave; me entrego confiante nessa vibração sutil com o pensamento em atitude de prece e esforçando-me para manter a harmonia mental, quando entro na frequência do sonho lúcido desperto e visualizo perfeitamente o espírito de minha tia A., e que me toma pela mão direita em meu corpo espiritual, as sensações foram arrebatadoras porque ela me deu um beijo fraternal no rosto e tive a nítida impressão que eu também correspondia, e saímos volitando em projeção mental pelo espaço e vamos lá onde repousava a alma de meu pai, concentro-me e faço uma prece ao Criador da Vida para que abençoasse a nova existência que se abria ao espírito de meu pai, naquela dimensão invisível do plano astral.
      Compreendi um mistério: que ele estava sob os cuidados da espiritualidade superior a fim de fazer a sua conscientização gradativa para a glória da vida imortal do espírito.
       Graças a Deus que anjos protetores cuidavam da alma daquele que na vida carnal fora meu pai, daquele que um dia fornecera o seu DNA para a minha encarnação.
   Três meses após o falecimento - em espírito retorno a visualizar a alma de meu pai que me percebe feliz.

      No ano seguinte após o falecimento carnal de meu pai, festejo o meu aniversário, e nesse dia meu pai pensou fortemente em mim que senti à noite a sua imagem telepaticamente me envolvendo, beneficamente.

      Final de primavera do ano 2009. - Passei certa noite na esfera do sonho lúcido desperto visualizando a alma de meu pai, tive a sensação nessa dimensão do sono físico como se me transportasse aos tempos de infância e que seus braços me afagavam com carinho, me vi crescendo; visualizei a casa em que morávamos na nossa convivência familiar e que o ajudei a construir com meus simples recursos assalariados; sonhava lucidamente e acordava, e continuava sonhando prazerosamente o mesmo seguimento do sonho.
    No transcorrer da noite inteira no meu inconsciente espiritual senti-me vibratoriamente na presença de meu pai, senti no sonho as suas lágrimas comovidas das recordações da vida carnal extinta; senti o seu soluçar que também me sensibiliza e faz chorar abraçado com ele; senti que era um choro feliz de saudades que se reencontravam. 
     Já eram mais ou menos 05:30 hrs da manhã e ainda continuava sonhando e sentia que me enlevava em lágrimas no sonho ditoso.

     Tenho certeza absoluta em Deus que favoreceu à minha consciência nessas diversas trans-comunicações - pela inspiração, por visualização, por projeção mental e também pelo desdobrar dos sonhos lúcidos, encontros felizes com a alma de meu pai carnal plenamente rediviva num estágio fora dos círculos da matéria, em outras dimensões de energias do Universo (casa das infinitas  moradas criadas pelo Pai Celeste). 
     Percebi no plano oculto da espiritualidade que as lágrimas revitalizam sentimentos benéficos na consciência dos seres inteligentes, da mesma forma como a plantação em solo árido necessita da chuva para fertilizá-la; 
      assim também funcionam as lágrimas movidas pelas emoções do amor fraternal cristão, que lava a tessitura da alma descortinando novas sensibilidades para integração com o celestial.

    Moral da fé: “Todas as coisas são possíveis àquele que crê nos poderes infinitos de Deus (Evg Marcos 9: 23)”. 
Além do Plano Carnal 
Abrahão Ribeiro

Voz Q Clama
Intensivo Difusão Espiritualidade Evangélica – I D E
    Voz do Espírito



Um comentário:

  1. OS SONHOS – Além do Plano Carnal

    E nos últimos dias acontecerá, diz o Senhor: Que do meu espírito derramarei sobre toda a carne; e os vossos filhos e filhas profetizarão; os vossos jovens terão visões; e os vossos velhos sonharão sonhos... E farei aparecer prodígios em cima no Céu, e sinais na Terra... (Profeta Joel 2. 28) e referencia em Atos dos Apóstolos 2. 14 a 19) Bíblia sagrada

    Os sonhos são percepções mentais e, à medida que a criatura se espiritualiza vencendo o caos do materialismo ascende nesse universo extraordinário de energias sutis alcançando outros níveis de vida psíquica. A espiritualidade tende a tomar um caráter universal porque é um plano do Criador, assim conscientizou Jesus: Deus é Pai, Deus é espírito, e como fonte universal de eterna vida, todos aqueles que pretenderem filiar-se e participar da grandeza da paternidade celeste terão que buscar se integrar em espírito, na obra da natureza com o Pai Celeste (Bíblia Sagrada – João 4. 23 a 24).

    Em sua visão profética antevendo os finais dos tempos de transição em que a mente humana deixará de sofrer com as sensações dos anseios carnais para buscar a sua essência divina na criação universal, e fruir as delicias da vida triunfante integrada nos céus da consciência, com o Criador, o profeta Joel se expressou: o espírito divino é derramado sobre toda carne... os jovens terão visões... e os velhos terão sonhos...

    O que a pessoa ignorante não apreende ou disfarça perceber é que todos os bens da vida, na essência são recursos de Deus. A criatura nasce num corpo despido e inconsciente, e através da morte, parte para além da vida material sem levar nem mesmo os órgãos que compõem o seu próprio corpo carnal. Logo o maior patrimônio da criatura, diante da existência: é sua consciência, que terá um dia de retornar para o seio imaterial do Criador da Vida.
    Assim, a nossa consciência que é a essência mais sensível de nosso ser se expressa num plano maravilhoso de ideias, vibrações, ondas energéticas, frequências mentais sutis, forças eletromagnéticas que tem a finalidade de nos educar para a integração com os Poderes Divinos que sustentam o Cosmos. E quando encarnados no plano físico terrestre a nossa força psíquica faz várias exteriorizações intelectuais adentrando no universo espiritual, trabalho esse que se processa através do sono físico, ou em visão mental consciente. E os sonhos são as idealizações que se formam nos canais interiores da mente, tendo mais ou menos estes desdobramentos: sonhos reflexivos, sonhos intuitivos e sonhos lúcidos.

    Narrações, Além do Plano Carnal
    Intensivo de Difusão Espiritualidade
    VOZQCLAMABR

    ResponderExcluir