domingo, 10 de junho de 2012

RESPOSTA DA ORAÇÃO - Além do Plano Carnal




 
  Primeira quinzena de Julho de 1999. Estava em minha casa, exatamente em minha cama deitado relaxadamente, preparando-me através da meditação para conciliar o sono físico, já passava da meia noite, de repente vejo três varões em trajes brancos entrando plenamente normal no ambiente íntimo de minha residência. Então me dirijo para eles e bravejo até num tom imperativo:

  - Como vocês entraram aqui, com que permissão? E, rapidamente reflexiono mentalmente: será que me esqueci de trancar a porta!? E vou ao encontro deles a fim de defender o espaço físico de meu lar, enfrentando-os corpo a corpo.
      Nisso muda a vibração mental; e minha mente intercepta velozmente em alta freqüência percebendo que todo ambiente estava impregnado de vibrações suaves, e preparado para uma visita de caráter espiritual.
       Somente aí notei no canto do quarto uma quarta criatura... Vejo perfeitamente em espírito, fora do corpo físico, a minha querida Mãe em atitude silenciosa energizada na prece ao Poder Divino. E interrogo-a:
Mãe que estás fazendo aqui? Será que alguma coisa grave tá acontecendo?

   Então como se desfizesse algum véu que obscurecia as minhas idéias, a minha mente é sugestionada em aguçada freqüência para que eu tivesse percepções para refletir numa leitura dinâmica de imagens mentais para a situação que me convocava urgentemente entendendo que eu também, naquele momento, estava plenamente lúcido, fora do corpo carnal.

  O fato era que eu fora arrebatado à dimensão extrafísica sem ter dado tempo ao corpo físico fazer o seu relaxamento normal pelo sono orgânico, por isso a minha mente não coordenara devidamente no início as percepções do plano espiritual, e interligara essas vibrações pelo cérebro físico, eis a razão do conflito no começo do transe, causando constrangimento no desenrolar do desdobramento e refletindo insegurança de minha parte, ao visualizar no ambiente intimo de minha casa os mentores da espiritualidade pensando que se tratava de pessoas físicas invadindo o meu domicílio.
    Um dos varões vestido de branco se dirige para mim e me segura pelo braço imobilizando-me através de sua força mental (tudo muito rápido e em elevada frequência), e com auxilio de outro ser me sugestiona a ficar calmo, e me acomodam suavemente no campo etéreo de minha cama, enquanto o terceiro mentor se aproxima com postura respeitosa e transmitindo muita confiança.
      E eu, fixo no semblante transfigurado de minha mãe embevecida na prece, e qual uma criança deixei-me conduzir naquela sessão, pois no meu coração despontaram sentimentos de que algo maravilhoso estava acontecendo, tal a confiança que o espírito de minha Mãe me transmitia.
      As coisas se sucediam velozmente, não dá para ficar paralisado e consumindo expectativas, é algo sensacional os sentimentos benfazejos que se vivem nos planos do espírito, fora da densidade da matéria. Aquele terceiro mentor estendeu sua destra, isso mesmo os espíritos expressam caracteres pessoais: cabeça, braços, pernas, olhos, mãos, dá pra distinguir perfeitamente.
       O ser espiritual possui um corpo espiritual transcendente, pois ele é um ser que tem existência própria, definida, individual, e mesmo metafísica, dentro das leis que regem os planos e dimensões de energias irradiantes do Universo.
      Aquele mentor que estendeu as suas mãos e que parecia magnetizar a região do meu corpo que aparentava sofrimento, e só então entendi o motivo da visitação, e até me surpreendi pensando: será que eles vão me submeter a alguma operação de cura? Tal os preparos que a assistência tomava com essa característica benfeitora. E com atenção focada como se estivesse sondando esse órgão comprometido, percebi que ele estava concentrado e com a mão direita fazia certas operações como se fossem passes que massageava a região afetada, tais quais aqueles que são transfundidos nas casas espíritas cristã.
    E curiosamente, eu também me concentrei, pois senti a atitude benfeitora do mensageiro que transparecia confiança e pensamentos borbulhavam em meu inconsciente: quanto maior a fé, maior serão os benefícios alcançados.
     E fiquei receptivo e percebia como se partissem jatos de luz da sua mão e me alcançavam a região da narina; e eu estava absorvendo aquelas essências pela respiração e ao mesmo tempo em que me transmitia a sensação de calma e bem estar, e entendi que algo estava sarando no interior do meu nariz.
  O fato é que tudo foi rápido e em alta vibração mental, senti a luz penetrando suavemente no meu nariz e fazendo uma cicatrização interna. Não experimentei dor alguma, notei que a luz mudava de tonalidade com a operação magnética, às vezes esverdeada transparente, às vezes branca cintilante; e brandamente sendo introduzida em meu corpo energético pelo sistema respiratório e que me dava uma sensação de força vital saudável. Era como se estivessem desbloqueando algo nessa parte do meu ser; percebi até mesmo o sentimento fraternal dos operadores com o cuidado em observar se tudo estava bem comigo mesmo, e se eu estava numa situação de normalidade em meu corpo espiritual ou, perispírito.
     Estava vivendo intensamente aquele transe feliz, e sentindo em meu duplo etéreo o meu aparelho respiratório sorver elevada dosagem de encanto pelo ato sagrado de respirar, quando hummm! desconectou-se o intercambio,
        e assim sou sugado de volta para o meu corpo orgânico que ressonava no quarto de minha casa; e fico alguns minutos em repouso naquela fase quase sono e ainda meio sonolento compreendo que estava tendo um arrebatamento, ou projeção mental fora dos órgãos carnais.
     Enfim, desperto integralmente no corpo físico ainda sentido a vibração mental harmônica dos visitadores do astral que me amparavam com ideal cristão.
     Transcorreram-se mais de 12 invernos e nunca mais senti o problema pelas vias respiratórias, sinto que foi feito um trabalho de ajuda magnética pelos benfeitores da espiritualidade e recomposto as células que compõem aquela região do corpo. Graças a Deus! Nosso Pai, e interseção do Cristo - o nosso divino médico e salvador.


Além do Plano Carnal 
Abrahão Ribeiro
Voz Q Clama
Intensivo Difusão Espiritualidade Evangélica – I D E
    Voz do Espírito





Um comentário:

  1. REFLEXÃO

    Conscientiza Jesus em João 13. 20: Aquele que receber a quem eu enviar, é a mim mesmo que recebe; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou.

    Jesus labora nos altos planos da vida celestial intercedendo diante dos Poderes Divinos por toda humanidade terrestre (Mateus 28. 18). E os “bons Espíritos” são os mensageiros que executam nas dimensões extrafísicas os trabalhos de ajuda fraterna, intercambiando com os seres humanos os cumprimentos das graças e bênçãos de Jesus.

    Orientação evangélica: Amados, não creiais em todo Espírito; mas provai se os Espíritos são de Deus (I João 4. 1)

    Toda boa dádiva e todo dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança e nem sombra de variação (Tiago 1. 17)

    Embora algumas pessoas não recebam de imediato a cura divina, isso não significa que elas estejam desamparadas pela Providencia Divina. Essas pessoas têm que buscar os recursos da Ciência médica que Deus também inspira para beneficiar a saúde humana. E a própria enfermidade incurável é em si mesma um remédio salutar que opera a regeneração salutar na tessitura da alma, desacertos esses contraídos nas encarnações pregressas dos seres espirituais.

    O homem é um ser espiritual reencarnado.

    Assegurou Jesus ao paralitico que sofria há 38 anos, após curá-lo: “eis que JÁ estás são; não peques mais para que não te suceda alguma coisa pior, isto é, expiações mais graves, vide João 5. 14”

    E quanto a visita espírita entre o humanos é um fenômeno plenamente normal, meditemos nos Atos dos Apóstolos 16. 9 a 10 onde descreve que à noite Paulo teve a visão de um varão da Macedônia que lhe pede fraternalmente visitar a sua região para divulgar a boa nova de Jesus.

    A Doutrina dos Espíritos estuda na sua codificação nas questões 400 a 455 de “O Livro dos Espíritos – Allan Kardec”, a grandeza da emancipação da alma nos momentos do sono fisiológico e, nesses estudos vigem as visitas “fora do corpo físico” entre aqueles que ainda estão encarnados no planeta Terra, questões 413 a 418.


    Intensivo de Difusão Espiritualidade – I D E

    http://vozqclamabr.blogspot.com/

    ResponderExcluir